O Programa Doador Fiel, faz parte do Voluntariado Empresarial da Unimed Federação/RS desde 2013 e é coordenado pelo Instituto Unimed/RS. O Instituto, com o cuidado de atender o 7º Principio do cooperativismo – INTERESSE PELA COMUNIDADE, tem como parceira o Hospital de Clinicas de Porto Alegre.  

O Programa Doador Fiel tem por objetivo estimular colaboradores, cooperados, familiares e amigos a promover a cultura da doação de sangue de forma regular, envolvendo, inclusive, aquelas pessoas do Sistema-Unimed/RS que, por razões contrárias a sua vontade, não podem ser doadoras, mas podem atuar como influenciadoras.  

RESOLUÇÃO RDC Nº 34, DE 11 DE JUNHO DE 2014. ARTIGO 25 CAPUT 3 

*doador: voluntário que apresenta as condições de saúde indicadas para a doação regular de sangue. O doador também poderá atuar incentivando adesão de amigos e familiares nesta causa tão nobre.

*influenciador: voluntário que por alguma razão alheia a sua vontade, não pode doar sangue, mas pode incentivar amigos e familiares a aderirem a esta causa.   

 

Entenda o Programa

Todos os dias acontecem centenas de acidentes, cirurgias e outras situações, como os casos de portadores de hemofilia, leucemia e anemias, que exigem a transfusão. Assim, é fundamental que os bancos de sangue possam manter sempre seus estoques. Em países desenvolvidos, de 7 a 8% da população tem o hábito de doar sangue. No Brasil, esse número é bem menor, chegando a pouco mais de 1%.

Dados do Ministério da Saúde dão conta de que a meta é ampliar o número de doações dos atuais 1,8% a 2,3% até 2020. Tendo isso em vista, o Programa Doador Fiel vem para contribuir somando esforços para que esta meta se realize e defende que programas de doação de sangue de forma periódica devem ser incentivados pelas organizações.

Requisitos básicos para a doação de sangue: 

• Portar documento oficial de identidade com foto (RG,CNH, carteira de trabalho, certificado de reservista ou carteira de conselho profissional);

• Estar bem de saúde;

• Ter entre 16 e 69 anos; jovens com 16 e 17 anos podem doar mediante autorização dos pais e/ou responsáveis legais;

• Ter peso igual ou superior a 50 kg;

• Não estar em jejum. Evitar apenas alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação;

Todas as pessoas podem doar sangue?

Há critérios que permitem ou que impedem uma doação de sangue, que são determinados por normas técnicas do Ministério da Saúde, e visam à proteção do doador e a segurança de quem vai receber o sangue.

Informações importantes:

• Doar sangue não engorda, não emagrece, não afina nem engrossa o sangue, não vicia e não oferece risco ao doador.

• O material utilizado na coleta é descartável e individual. Assim, a possibilidade de transmissão de doenças é nula.

• Antes da doação, é realizada uma entrevista clínica com verificação da pressão arterial, temperatura e teste da anemia. A sinceridade ao responder às perguntas do questionário é fundamental para evitar a transmissão de doenças aos pacientes.

• O tempo necessário para a doação é de aproximadamente uma hora, entre triagem e doação.

Fique atento aos seguintes cuidados:

• Tome bastante líquido no dia da doação.

• Retire o curativo do braço duas horas após a doação.

• Não faça força ou carregue peso com o braço em que foi feita a coleta de sangue.

• Evite fazer esforços no trabalho ou praticar esportes que possam causar desgaste físico.

• Não fume por duas horas após a doação.

• Não abuse de bebidas alcoólicas após a doação

Digite a busca desejada e tecle [enter]